Casos e causos das Eleições 22: ciúme de mulher é complicado e ciúme de homem é terrível! Mas ciúme de político é absurdamente pior que os dois juntos!

Para relatar essa história, AndersonsBlog vai utilizar um expediente recorrente, o sigilo da fonte, mas também vai usar um recurso não tão utilizado neste site: a preservação dos nomes dos respectivos envolvidos. Mas só fará isso a pedido da fonte, certo? Pois bem, aconteceu nesta semana um fato inusitado numa determinada pré-campanha a governador. Numa cidade praiana, cuja sede fica literalmente a beira mar, dois vereadores procuraram um pré a governador e ofereceram apoio em troca de “apoio” – entendedores entenderão! E o pré, alegre e satisfeito, condicionou o “apoio” que daria em troca, ao apoio que os dois teriam que dar às duas candidaturas de deputado estadual de sua preferência e familiaridade: a de um amigo-irmão, que sempre fez o que ele, o pré, mandou sem nunca reclamar, e a de uma irmã-amiga, daquelas que vota em qualquer coisa, que esse pré mandar, mesmo que prejudicial à população. Acontece que essa cidade é um reduto histórico de uma liderança que recentemente embarcou no grupo que apresentou esse pré ao governo. E como tudo foi feito sem o conhecimento desse líder expressivo, cujos dois vereadores seriam “aliados:, ele ficou emputecido e cogita – e com razão – desembarcar da pré ao governo desse cabra que recebeu os vereadores e direcionou o apoio deles em troca do “apoio” dele. Em resumo: esse causo é apenas mais um entre tantos que já circulam nos bastidores da tal pré-campanha que, ao menos até aqui, só tem feito água. Sigamos!

Deixe um Comentário