Deputado João Marcelo e quando o marketing falha miseravelmente ao tentar ser mais realista que o próprio reino inteiro

Para, como diria o caríssimo Cláudio Nunes, a “meia dúzia” de leitores deste AndersonsBlog, seguramente a insistência em destacar ações legislativas realmente qualificadas tende a ser uma marca referencial do site. Mas não significa poupar nas críticas quem, estando no parlamento, acerte em algum momento. A prova concreta dessa postura vem a seguir. O deputado estadual João Marcelo (PTC) mandou bem demais na reta final do ano ao ter um projeto de sua autoria, que propõe o incentivo a doação de cabelo a quem está sob tratamento oncológico, votado e aprovado pelos seus pares na Alese. Show de bola! Mas o mesmo João Marcelo, marqueteiramente, espalhou outdoors, conforme a foto dessa postagem comprova, se dizendo autor de projeto que “busca reduzir valor do botijão de gás em Sergipe”. Ok, é até compreensível que o apelo popular do alto preço do botijão seduza a quem pensa a comunicação do deputado e até a ele mesmo. Mas enquanto o projeto da doação voluntária de cabelos para oncológicos é factível e executável, tentar, e tão somente tentar, ligar a imagem de um parlamentar a um projeto que impacta nas finanças do Executivo estadual, seja na criação de despesas ou na renúncia de receitas, é tão inconstitucional quanto desnecessário e deseducador. Alô, João Marcelo, se liga aí, mermão!

1 Comentário

Deixe um Comentário