EEE – ECONOMIA – EMPREGO – EMPREENDEDORISMO: Feira do Caminhão de Itabaiana retorna, garante festejos e aponta para recorde em negócios neste 22

AndersonsBlog, por questão de tempo – ou de falta de – mesmo só conseguiu acompanhar, pessoalmente, dois anúncios públicos de festividades juninas sergipanas para este ano da graça de 22. E as cidades não poderiam ser mais emblemáticas: Estância e Itabaiana. Em relação a primeira, ocorrida na semana passada, nosso espaço CSF – CULTURA SEM FRESCURA, que vai ao ar às sextas aqui neste espaço, você, leitor e leitora, poderá acompanhar as impressões da casa justamente na próxima sexta, 27, bem próximo do início das festividades juninas estancianas, cujo start se dará com a Salva de São João no próximo dia 31. Já em relação a festa maior de Itabaiana, a Festa do Caminhoneiro e a Feira do Caminhão, que ocorrem concomitantemente, vamos tratar aqui nesta edição da coluna EEE a partir da participação do blog na coletiva de imprensa da festa ocorrida na segunda, 23, no auditório do belíssimo Sesc/Itabaiana. E a razão é simples: para além de um evento festivo incomensurável, realizado há mais de meio século, especialmente nos últimos anos a Festa do Caminhoneiro acoplou a nomenclatura, oficial, de Feira do Caminhão. E é justamente esse viés que aponta para um termômetro incontestável não apenas da economia sergipana, mas também da economia nacional, visto que negócios que envolvem a compra de um caminhão não raro atingem cifra de R$ 1 milhão facilmente. Por isso, nesta EEE, AndersonsBlog vai focar em um detalhe, importantíssimo, da maior festa itabaianense, uma das maiores do País: a perspectiva de realização de negócios a partir da Feira do Caminhão.

Evento em si

Primeiro vamos da coletiva em si: simplesmente maravilhosa! A cargo da secretaria de Comunicação, capitaneada pelo experiente Chiquinho Ferreira, mas com organização da secretária Chefe de Gabinete da gestão do prefeito Adailton Sousa, Érica Pinheiro, e com a participação das secretarias de Turismo, Inclusão Social e de Cultura, respectivamente comandadas por Sônia Confecções, Osani Costa e Roosevelt Santana, a coletiva de imprensa foi irretocável, com condução a cargo da jornalista Danielle Ferreira, priorizando informação clara junto a um mix de atrações genuinamente itabaianenses, como apresentação de grupo folclórico, do Parque dos Falcões e com comidas típicas juninas. Tudo isso, somado ao anúncio das atrações nacionais e locais (confira a programação completa aqui) que farão a Festa do Caminhoneiro, deram uma chancela de sucesso ao evento oficial que deve perpassar para toda a festividade.

Negócios a parte

Mas, na parte que de fato interessa a esta coluna EEE, algumas informações, passadas pelos entrevistados na coletiva, o prefeito Adailton, além de Elton da Multiprints e Alex de Geoba, os organizadores da parte festiva e econômica, merecem relevância. A primeira delas diz respeito a expectativa de negócios. Só para se ter uma ideia: Elton explicou que a Feira do Caminhão começa, pra valer, 30 dias antes do evento e se estende pelos 30 dias posteriores. Segundo Elton, isso acontece porque as promoções das montadoras são lançadas antes e prosseguem depois da feira. E a novidade nesse ano não poderia ser mais alvissareira: logo após o lançamento das promoções da Feira do Caminhão, a Volvo, por exemplo, já comercializou 10 caminhões de grande porte, totalizando R$ 9 milhões em vendas. “Além disso, o número de empresas participantes já é um novo recorde”, assegurou Elton.

Segurança pra população e empresas

Outro ponto que chamou a atenção da EEE foi o esquema de segurança preparado para o evento. Numa parceria com Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Secretaria de Segurança Pública, a prefeitura está organizando tudo nos mínimos detalhes. Por isso que não será permitida a comercialização de bebidas em carrinhos de mão, pois estes serviriam para que pessoas mal-intencionadas fizessem adentrar no evento ilícitos variados. Ponto pra organização! Além disso, Alex Geoba destacou a instalação de câmeras inteligentes em diversos pontos da Praça de Eventos de Itabaiana, local em que ocorrerão os shows e, em espaço anexo, as atividades econômicas. “Serão câmeras com capacidade de reconhecimento facial. Elas também farão a contagem de presentes, permitindo que o controle do fluxo seja otimizado. Além disso, essas câmeras poderão identificar pessoas que tenham algum problema com a Justiça, bem como identificar quem quer que seja que faça algum tipo de confusão, de briga. Isso será fundamental para garantir a segurança de todos”, explicou Alex Geoba

Boas notícias e emoção

Por fim, a coluna EEE destacará três momentos do prefeito Adailton Sousa durante a coletiva. No primeiro deles, Adailton informou que a luta por recursos para a construção do Centro de Convenções de Itabaiana continua. “Estamos buscando isso em Brasília. Mas, se não vier de lá, vamos construir com recursos próprios e nosso desejo é que até o ano de 24 possamos realizar a festa e a feira nesse novo espaço, maior e com capacidade de atrair ainda mais empresas e populares para nossa maior festa”, disse Adailton. Em outro momento, Adailton informou a presença do Ministério da Saúde com um stand no local. “É a primeira vez que isso acontece e mostra que nossa organização não pensa apenas nos negócios ou nos shows, mas mostra preocupação com o ser humano, que é o mais importante”. E, por fim, ao responder pergunta de Luiz Carlos Focca, da ITTV, Adailton não resistiu e foi as lágrimas ao ser lembrado das dificuldades que enfrentou pessoalmente durante a pandemia. “Eu fui internado com Covid. E o médico, em certo momento, me disse que eu precisava ser entubado. Eu respondi que não queria, pois 80% das pessoas entubadas em Itabaiana morreram. Aí minha esposa, Érica, foi quem assinou a autorização para me entubarem. Eu não vi mais nada, fiquei em coma durante três dias. E quando acordei, a primeira pessoa que vi foi Érica e fui até bruto com ela, disse que ela não devia ter autorizado. Já pedi desculpas a ela, mas hoje aproveito para pedir essas desculpas publicamente”, disse Adailton, numa demonstração de amor e reconhecimento cheia de emoção. Por fim, Adailton levou todos os presentes aos aplausos. “Vou curtir muito essa festa. Sempre foi um sonho meu poder realiza-la. E esse ano nós estamos realizando, com a graça de Deus”.

Deixe um Comentário