Eleições 2022: liderança de Edvaldo Nogueira e Valmir de Francisquinho na Paraná Pesquisas indica que o povo quer gestão

Antes de qualquer coisa, vamos cumprir com nossas obrigações legais, né isso? Pois bem, a pesquisa a ser analisada a seguir foi feita pelo instituto Paraná Pesquisas, que entrevistou 1.540 eleitores sergipanos em 35 municípios, entre os dias 11 e 15 de março. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob Situação Eleitoral o n.º SE-05457/2022. Agora vamos aos fatos. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), quando incluído na consulta, lidera a disputa pelo governo estadual com 28,2% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), com 19,9%. Em seguida aparece o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), 11,0%; Alessandro Vieira (sem partido), 9,4%; e Rogério Carvalho (PT), 9,1%. Nenhum/Branco/Nulo alcança, 17,1%; e Não sabe/Não respondeu, 5,2%. Quando se testa um novo cenário, sem o nome de Edvaldo, o resultado é o seguinte: Valmir de Francisquinho, 22,9%; Fábio Mitidieri, 15,6%; Rogério Carvalho, 14,3%; e Alessandro Vieira, 12,7%. Nesse caso, Nenhum/Branco/Nulo vai a 26,6%; e Não Soube/Não Respondeu, 7,9%. O Paraná Pesquisas ainda simulou mais quatro cenários, todos com apenas dois nomes da disputa, o que poderia ser considerada uma prévia para a possibilidade de segundo turno. Nesses casos, com o nome de Edvaldo mantido de fora, Valmir de Francisquinho vence a disputa contra todos. Senão, vejamos: Valmir 32,6% X 23,2% Alessandro; Valmir 34,2% X 28,3% Fábio; Valmir 34,8% X 27,6% Rogério. Por fim, numa disputa entre Fábio e Rogério, o primeiro teria 26,8% e o segundo, 26,7%. Lógico que AndersonsBlog, com sua razoável experiência, jamais ousaria cravar quem vai ganhar a eleição em outubro, aí seria exercitar a Mãe Dinah que há em cada um de nós. Mas é possível, sim, e com muita clareza, identificar que a população sergipana, nesse exato momento, está claramente optando pelo o que considera certo, em detrimento do que considera duvidoso. Explicando mais amiudadamente: Edvaldo e Valmir são gestores por natureza e vocação. Ambos, em Aracaju e em Itabaiana, promoveram verdadeiras revoluções no trato com a coisa pública: ajustaram os cofres, pagaram em dia, executaram obras e, sempre que disputaram, venceram suas eleições, com o detalhe que Valmir, em 2020, fez seu sucessor, algo que Edvaldo, em 2012, não conseguiu. Edvaldo foi vereador por um mandato em Aracaju; Valmir de Francisquinho foi por cinco vezes em Itabaiana. Mas a imagem dos dois está intrinsecamente as suas experiências em administração, em gestão pública. Então, vamos lá: Fábio tem experiência na iniciativa privada e é parlamentar; Rogério foi secretário de Saúde, mas que tinha um governador acima dele, e é parlamentar; Alessandro é delegado de polícia e é parlamentar. Percebe, leitor e leitora, para onde pendem os olhares, os pensamentos e os corações da população nesse momento? Para gestão, para experiência administrativa! Isso quer dizer que esses três últimos não podem vir a se tornar competitivos? De jeito nenhum. Mas eles que lutem, porque o dado mais marcante dessa pesquisa é o seguinte: somando as intenções de voto em Edvaldo e em Valmir, que representam justamente a experiência na gestão pública testada e aprovada, tanto é que ambos se reelegeram, chegamos a 48,1% das intenções de voto. Política e eleição não são ciências exatas, não! Mas quando quase a metade do eleitorado deixa claro que optará por quem tem experiência, por quem passou, com sucesso, pela gestão pública, pela administração de cidades importantíssimas, é bom que se fique atento aos sinais. O povo, que não é bobo, já tá dizendo o que espera do próximo governador, né não? Sigamos!

 

 

1 Comentário

  • REGES B SILVA SILVA

    17 de março de 2022 - 21:48

    ESTÁ BEM CLARO QUE O POVO SERGIPANO NÃO QUER AVENTUREIROS COMO GOVERNADOR. CHEGA DE SOFRER COMO SOFRERAM COM JACKSON BARRETO E BELIVADO. VOTAR EM VALMIR E ACERTAR NA LOTERIA. VOTAR EM ALESSANDRO É VOTAR NA TRAIÇÃO. VOTAR EM FÁBIO MITIDIERE É APOSTAR NO ESCURO E NO INCERTO. VOTAR EM ROGÉRIO E VOTAR NO CAL E NA VOLTA DO PASSADO. DA INVASÃO DAS PROPRIEDADES, DOS SÍTIOS, DAS CASAS, DAS FAZENDAS, DAS CHÁCARAS NOS IMÓVEIS. HOSPITAIS SEM MÉDICOS E O CAOS NA SAÚDE.

Deixe um Comentário