Fardamentos com o necessário brasão do município de Lagarto e quando a politicagem tenta falar mais alto que a razão

Uma das formas de se garantir pertencimento à população de qualquer que seja a cidade é fazer com que os símbolos que a representam estejam próximos de cada cidadão e cidadã. E quanto mais cedo isso for feito, quanto mais jovens os moradores e os que utilizam os serviços públicos tiverem esse contato com os símbolos tradicionais, mais forte será o elo de ligação de cada pessoa com o lugar em que nasceu ou em que vive. Isso é basilar! Mas quando a politicagem entra no meio, se não se adotar uma postura firme, tudo isso pode perder em importância e, claro, em pertencimento. Veja só, leitor e leitora, o caso que está acontecendo em Lagarto. A prefeitura, de maneira correta, está colocando o brasão do município no fardamento escolar da rede municipal. Mas tem gente reprovando essa atitude, atribuindo até a uma propaganda da prefeitura e questionando porque gestões passadas não tomaram tal decisão. Comecemos pelo final: as gestões passadas que não tiveram a mesma atitude perderam uma chance clara de valorizar o município e ponto. E quanto a propaganda, errado seria se a atual administração, a cargo da prefeita Hilda Ribeiro (SD), fizesse propaganda da gestão dela, o que não é absolutamente o caso! Agora, fazer propaganda, publicidade e divulgação do município, através de seu brasão ou de quaisquer outros símbolos tradicionais, é mais do que justo: é um respeito a história da cidade e as suas tradições. Quanto a mudança do fardamento ocasionar prejuízos para pais e mães de alunos, AndersonsBlog fez questão de apurar junto a atual gestão: ninguém, mas absolutamente ninguém será obrigado a comprar o novo fardamento a toque de caixa e a repique de sino. A questão é também basilar: como as aulas presenciais retornaram há cerca de seis meses, quem comprou o uniforme sem o brasão poderá mandar seu filho e sua filha para a escola normalmente. “Nem se está proibindo o acesso com o fardamento antigo e nem se está obrigando ninguém a comprar o novo fardamento. Naturalmente, conforme as fardas antigas forem se desgastando, os pais comprarão a nova e teremos a padronização de toda a rede sem nenhum problema e sem nenhuma pressão”, confirma o secretário de Educação de Lagarto, Magson Almeida, o Magson da Academia. Percebe, leitor e leitora, como é chato o mimimi voltado pra tentar fazer politicagem a qualquer custo? Assim, a prefeita Hilda fez muito bem e que o brasão de Lagarto ganhe os fardamentos e se faça presente cada vez mais no dia a dia dos lagartense! Simples assim! Necessário assim!

4 Comentários

  • Prof.Fenando

    12 de abril de 2022 - 11:05

    Isso mesmo amigo Jornalista Anderson!!!

    Seu artigo foi muito claro e retratou a verdade sobre essa questão do fardamento e da importância de estampar o brasão símbolo do município de Lagarto no fardamento escola.

    A administração é imparcial e esteja com quem estiver no comando valorizar o símbolo de 🦎 é fundamental e importante.

    Parabéns a prefeita Hilda Ribeiro pelo ato de cidadania Lagartense em dar importância e publicidade ao símbolo de Lagarto.
    👏👏👏👏👏🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  • Nildo Santos

    12 de abril de 2022 - 11:45

    Bem direcionado. Os valores, de alguma forma, estão sendo resgatados

  • Katia

    12 de abril de 2022 - 12:51

    Daqui a pouco vão colocar o rosto do político.
    Coloca até cor da campanha qto mais outra coisa.

  • Edgleidson Seixas

    12 de abril de 2022 - 15:23

    O munícipio de lagarto agradece.

Deixe um Comentário