Jackson Barreto e o Hospital do Amor: a população sergipana também está vendo tudo “com esses óculos”

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) é fera em tiradas hilárias, irônicas e retumbantes contra seus desafetos. No exercício de um mandato, seja ele qual for, aí é que a língua dele fica mais afiada do que nunca. No episódio da primeira foto acima, capturado brilhantemente pelo portal Infonet, JB, ainda governador, descasca os professores sergipanos ao afirmar que estava vendo os protestos contra ele “com esses óculos”. Já quando está sem mandato, JB fica manso, mansinho, de olho, claro, nos votos para as próximas eleições. Mas nem mesmo a astúcia de Jackson pode livra-lo de situações no mínimo constrangedoras. Foi o que aconteceu na visita que ele fez, nesta quarta, 23, às obras do Hospital do Amor de Lagarto, extensão da maravilhosa obra que é o Hospital do Amor de Barretos, em São Paulo, uma referência mundial no tratamento oncológico. Acontece que a visita se tornou um verdadeiro acinte, uma ofensa ao povo sergipano que viu JB, durante seu último mandato – e do qual saiu alcunhado de “pior governador da história de Sergipe” – simplesmente postergar até não poder mais a construção do Hospital do Câncer do Estado. Recursos não faltaram, vide os milhões empenhados no orçamento nacional pelo então senador Eduardo Amorim (PSDB). E tanto isso é fato que JB ainda dedicou coisa de uns R$ 15 milhões para o aterro do local em que deveria estar, hoje, funcionando o tal hospital. Os argumentos governamentais à época para o não avanço das obras foram os mais variados, mas nenhum com força de convencimento. Tanto é que, atualmente, quem segura essa batata quente no colo é o governador Belivaldo Chagas (PSD). Aí, ao realizar uma visita como a que fez a Lagarto e a obra do Hospital do Amor, Jackson só piora sua imagem, pois até mesmo essa solução de atrair o hospital paulista para a construção de uma unidade em Sergipe, caso tivesse sido feita durante a gestão de JB, seguramente já teria tornado em realidade o sonho de milhares de pacientes que sofrem no tratamento de câncer. Mas como um dia após o outro, com uma noite no meio, é remédio pra muitos problemas, nem se preocupe, Jackson Barreto: a população sergipana também está vendo com “esses óculos” esse tipo de atitude de sua parte. Sigamos!

Deixe um Comentário