Postura assertiva de Valadares Filho precisa e, acima de tudo, merece ser reconhecida pelo PT e por Rogério Carvalho

Em tempos nos quais a fidelidade parece ter sido trocada por um sonoro “foda-se”, seja nas relações pessoais, amorosas e de amizades, seja nas relações sociais, no trabalho, nos negócios e na política, são as honrosas exceções que têm que ser exaltadas. Por isso que a nota pública do PSB de Sergipe, que foi enviada a AndersonsBlog pelo próprio presidente estadual do partido, o ex-deputado federal Valadares Filho, chama a atenção positivamente. O fato é que o PT e o PSB, apesar de garantirem uma marcha unida em relação a candidatura de Lula a presidência, possivelmente com o mais novo filiado do PSB, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como vice, na hora de definir pela federação partidária não estão falando a mesma língua. Então, como há o risco deles não federarem, a nota do PSB sergipano ganha em peso e importância. Nela, o partido, reconhecendo os problemas que podem ocorrer nacionalmente, não se furta e nem se faz de rogado, hipotecando seu apoio local a Lula e, o principal, ao senador Rogério Carvalho (PT), pré a governador. Ora, caso os dois partidos não oficializem a federação, a eleição de Valadares Filho a deputado federal se torna mais difícil, visto que o PT, queira ou não queira, tem um parlamentar federal em pleno mandato e tem também bem mais nomes que intencionam disputar a eleição para a Câmara, o que, ao menos em tese, favorece justamente as candidaturas petistas. Mas Valadares Filho não se acabrunhou diante dessas possíveis dificuldades e se posicionou firmemente. É bom que essa atitude fique bem viva na cabeça dos mais coroados petistas, Rogério à frente. Porque gestos de altruísmo, em tempos de tanta infidelidade, dizem muito sobre quem tem a coragem de tomar decisões que nem sempre garantem vantagens para quem as tomou. Resumindo: vote-se ou não, goste-se ou não, Valadares Filho está sendo corretíssimo com Rogério e o PT. Que a recíproca seja verdadeira, né? Sem mais!

2 Comentários

Deixe um Comentário