Quando se quer, se tem boa vontade e compromisso, se faz Justiça! Veja o exemplo que vem da Barra dos Coqueiros através do amigo Montalvão

O jornalista, publicitário e advogado Montalvão, dileto amigo de AndersonsBlog desde priscas eras, é uma dessas figuras que têm olhar atento a tudo e a todos, capaz de perceber a riqueza dos fatos, ou ainda a estranheza deles, e, melhor ainda, repassar suas impressões em textos precisos e definitivos. Na noite desta quinta, 28, mais uma dessas percepções sensíveis do cotidiano chegou às mãos deste site sob produção do grande Montalvas. E que cena maravilhosa: diante de uma impossibilidade técnica, a falta de energia, o magistrado não se fez de rogado e contribuiu para que a Justiça fosse feita a partir de seu bom senso e de uma acertada capacidade de propor solução interessante e necessária para aquele momento. Mas, para entender essa história, leiamos o texto de Montalvão. Até mesmo para que sirva de exemplo, né isso?

SUI GENERIS: JÚRI É CONCLUÍDO NA ÁREA EXTERNA DO FÓRUM DA BARRA DOS COQUEIROS

O Tribunal do Júri da 1ª Vara da Comarca de Barra dos Coqueiros, hoje de tarde, quinta-feira, dia 28 de abril, sob a presidência do Magistrado Dr. Eliézer, findou os seus trabalhos no átrio do Fórum local. Eram 17 horas e por sucessivas vezes acontecia a interrupção do fornecimento de energia.

O advogado Alcivan Menezes Silveira estava concluindo a réplica. E a falta de energia fez com que o Magistrado sugerisse a continuidade na parte externa, aproveitando a luz natural.

O advogado de defesa e a promotora de Justiça, Dra. Ana Paula, e o Corpo de Jurados concordaram. Logo após o encerramento da fala do colega Alcivan, eis que retorna a energia. Assim, foi possível que os jurados apresentassem os seus votos e culminou com a absolvição do acusado.

Nossos cumprimentos a todos os participantes. Cumpriu-se todas as formalidades da liturgia do Júri sob a luz do sol. Foram inteligentes. Registrou-se celeridade, evitando a remarcação.”

É bem por aí!

Deixe um Comentário