Alessandro Vieira: vítima de narrativa fabricada e de mimimis injustificados

Em relação ao senador Alessandro Vieira (Cidadania) é possível dizer que este AndersonsBlog tem ressalvas, como de resto as tem quanto a todos os parlamentares federais sergipanos que, na opinião deste site, deveriam fazer mais por Sergipe. Simples assim! Mas quanto ao linchamento público que Alessandro sofre diariamente nas redes sociais, AndersonsBlog tem mesmo é ojeriza. E a razão é simples: os ataques ao senador não se dão por conta de sua atuação parlamentar, mas por uma mentira inventada lá atrás, em 2018, ano de sua eleição, e que até hoje não foi devidamente desmentida, ora pois! Mesmo não pretendendo “cagar” regras, este site vai buscar o fato: Alessandro Vieira foi eleito pela Rede, cuja candidatura a presidência era encabeçada por Marina Silva. No segundo turno, aí sim, Alessandro declarou voto ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Naquele domingo, 7 de outubro, este jornalista, à época editor geral do Cinform, se dirigiu ao calçadão da 13 de Julho, em Aracaju, local que a turma que votou em Alessandro escolheu para festejar sua eleição, e perguntou em que ele votaria: “vamos conversar, mas a tendência é votar em Bolsonaro”, disse, em relação a disputa segundoturnista entre Bolsonaro e Fernando Hadadd (PT). Agora, ao dizer no programa Roda Viva, da TV Cultura, que, entre Bolsonaro e Lula, num eventual segundo turno em 2022, votaria em Lula “para evitar um mal maior”, Alessandro é duramente atacado nas redes sociais, onde o chamam de “traidor”, de “delegado que vota em bandido”, além do velho e sarcástico“eu já sabia”. Ora bolas, além da mentira, disfarçada de narrativa fabricada, de que Alessandro se elegeu à reboque de Bolsonaro em 2018 – ainda que também seja um fato de que a postura do eleitorado de então, votando em capitães, coronéis, majores, delegados e que tais tenha, sim, exercido influência em sua votação –, agora querem impedir que ele se posicione e escolha quem considerar melhor numa outra disputa segundoturnista? E porque cargas d’água não agiram da mesma maneira de agora, rejeitando o voto do mesmo Alessandro em 2018? Coisa mais chata, improdutiva e injustificada esse patrulhamento ideológico, viu? Próximo…

1 Comentário

  • Fernanda

    19 de outubro de 2021 - 15:45

    Alessandro Vieira fez sua campanha voltada para a Direita Sergipana sim. Falou em alto e bom tom que votaria em Bolsonaro. Tinha ideologias voltadas para a Direita. Assim que se elegeu, mudou completamente seu discurso, quis virar estrala, o poder subiu tanto a cabeça que o Senador pensa que tem nome para ser candidato a Presidente da Republica.
    Anotem, vai ser um mandato só. maior decepção da Direita SERGIPANA.

Deixe um Comentário