Alan de Agripino assume presidência da Fames no momento mais importante da história da federação dos municípios de Sergipe

 

A ocasião faz o homem! Se essa máxima vale, quem tem tudo para se encampar dela para fazer um excelente trabalho é o prefeito de Areia Branca, Alan de Agripino (PSD), que assumiu esta semana a presidência da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames). E a razão primordial para isso é o fato de que Alan estará comandando a entidade municipalista justamente num ano em que as eleições são estaduais. Olha só quantas oportunidades fantásticas: a Fames pode elaborar cartas-compromissos voltadas para os futuros parlamentares estaduais, cujas emendas impositivas podem ser carreadas de acordo com as necessidades municipais a serem devidamente expressas nesses documentos; uma atitude similar pode ser efetivada com todos os parlamentares federais, sendo que os oito deputados federais e um senador a serem eleitos se somarão a mais dois ocupantes de cadeiras no Senado; e a Fames pode – e até mesmo deve – realizar palestras com todos os pré-candidatos a governador de forma a, nelas, estes se posicionarem claramente diante da maioria dos prefeitos sergipanos, que compõem justamente a Fames, sobre como pretendem contribuir para o desenvolvimento das cidades sergipanas. Aí alguém mais cético poderia dizer: “mas Alan tem partido, tem lado”. Lógico que tem! E todos os prefeitos integrantes da Fames também têm! E isso é normal em uma democracia que se pretenda madura! Mas a vantagem é que Alan, mesmo tendo lado, não estará candidato neste ano. E mesmo com todos sabendo que ele apoiará o candidato de seu partido, o PSD, o deputado federal Fábio Mitidieri, lógico que não haverá impedimento de ordem legal ou de outra origem para que Alan convide o senador Rogério Carvalho (PT), o senador Alessandro Vieira (PSDB), o ex-deputado João Fontes (PTB), o ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL) e outros que possam surgir e/ou terem confirmadas as suas pré-candidaturas ao governo. E não se trata de debate, não, visto que esse tipo de encontro é uma ferramenta eleitoral, claro! Se tratam de palestras dos prés em que os debates ocorrerão entre eles e os prefeitos de Sergipe. E, depois de cada uma delas, a assinatura da tal carta-compromisso em que estarão listadas as necessidades municipais e, ao final, devidamente assinada por todos os signatários, inclusive os prés candidatos, né isso? Vale destacar que se trata de uma empreita de importância, peso e que exigirá muitos esforços. Mas para não ser injusto ao tocar no nome de alguns e esquecer de outros, AndersonsBlog vai lembrar apenas um parceiro da Fames para destacar a competência de toda a equipe: Jorge da Estratégia que, por sinal, é conterrâneo de Alan, filho de Areia Branca. Com todos os predicados que possui, por ser jovem, mas maduro, por ter uma equipe de qualidade e por ter prefeitos parceiros por todo o Estado, Alan de Agripino pode –e deve! – fazer história no comando da Fames em um ano que promete ser também histórico. Sem mais!

Deixe um Comentário