ALERTA – Excesso de velocidade continua sendo principal causa de acidentes de trânsito graves

Somente nos primeiros 20 dias de janeiro deste ano, mais de 150 acidentes já foram registrados na capital, sendo 4 com vítimas fatais, de acordo com levantamento da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). Outro dado que chama a atenção é o número de condutores flagrados nos primeiros 15 dias de 2022 trafegando acima da velocidade máxima permitida das vias: 1.832. Além disso, 444 veículos foram pegos avançando semáforos e 113 pessoas flagradas conduzindo veículos com aparelho de celular em mãos. Essas atitudes, além de serem infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), aumentam consideravelmente as chances de ocorrência de acidentes graves. O superintendente da SMTT, Renato Telles, alerta que a imprudência continua sendo a principal vilã do trânsito e que o excesso de velocidade, o avanço do sinal vermelho e o uso do telefone celular ao volante permanecem entre as principais causas de acidentes. “A gente bate na mesma tecla porque é necessário: a falta de conscientização e a imprudência continuam sendo o grande problema no trânsito. É preciso haver uma mudança de comportamento. Quando uma pessoa circula com veículo acima da velocidade máxima permitida, mistura álcool e direção e desrespeita as sinalizações, ela está cometendo infrações graves e colocando em risco a vida dela e de outros. Por isso, continuaremos pedindo a população que seja mais consciente e responsável no trânsito para reduzirmos os acidentes e salvarmos vidas”, alerta. Segundo o boletim mais recente do Programa Vida no Trânsito (PVT), que é coordenado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e conta com a parceria da SMTT e outros órgãos, o excesso de velocidade continua em primeiro lugar no ranking de causas de acidentes com óbitos em Aracaju. O boletim analisou os dados do ano de 2019, onde foram registrados 46 vítimas fatais por acidentes de trânsito. De acordo com o boletim, cinco principais fatores de risco contribuíram para a gravidade das ocorrências com óbitos no trânsito em 2019: a alta velocidade contribuiu com 32% dos acidentes fatais no trânsito; a ingestão de álcool antes de dirigir com 18% dos casos; as manobras inadequadas representam 15% dos casos; a entrada inopinada de pedestres representa 12,1% dos casos; e o desrespeito à sinalização, 7,5% dos casos. Nesse mesmo ano, foram registrados 2.278 acidentes de trânsito, dos quais 46 (2%) foram com vítimas fatais, 1.201 com feridos graves (52,7%) e 1.301 com feridos leves (45,3%). Já em 2020, foram contabilizados 3.437 acidentes e em 2021, 3.398 acidentes. A Prefeitura de Aracaju tem trabalhado para garantir a organização e segurança do trânsito da capital, implantando e reforçando as sinalizações, fazendo recapeamento asfáltico em ruas e avenidas, realizando ações educativas e ampliando as fiscalizações e o monitoramento do trânsito. “As sinalizações, por exemplo, são fundamentais para a segurança do trânsito e a SMTT vem intensificando esse serviço na cidade. Seja com a instalação de placas ou pintura de sinalização horizontal. Mas ressaltamos, novamente, a importância de uma mudança de comportamento no trânsito para reduzirmos os acidentes. Se cada um fizer a sua parte, teremos um trânsito mais seguro”, salienta Renato Telles. Em 2021, mais de 500 placas de sinalização foram instaladas na cidade pela SMTT e 873 faixas de pedestres foram pintadas em diversos pontos da cidade. O órgão municipal também propôs readequações viárias que proporcionam benefícios para a mobilidade urbana e mais segurança para condutores e pedestres. A SMTT também tem reforçado a fiscalização em toda a cidade, como explica o diretor de Trânsito da SMTT Thiago Alcântara. “A presença do agente de trânsito inibe a prática de determinadas infrações. Por esse motivo, estamos reforçando as fiscalizações e a presença dos agentes em pontos estratégicos da cidade. Além disso, sempre realizamos ações educativas em vários pontos da cidade, atingindo os mais variados públicos”, disse. Apesar das limitações impostas para o controle da pandemia do novo coronavírus, a SMTT, respeitando os protocolos recomendados pela Secretaria Municipal da Saúde, realizou no ano passado 145 ações educativas em Aracaju.

Deixe um Comentário