Danielle Garcia: e gente nova na política repete as velhas práticas?

Antes de mais nada: esse texto não é uma peça acusatória! Na verdade, AndersonsBlog soube de fonte boa, interna e diretamente ligada ao assunto, que a ex-candidata a prefeita de Aracaju, Danielle Garcia (Cidadania) é a maior entusiasta de que o líder maior de sua agremiação no Estado, o senador Alessandro Vieira, que, até segunda ordem, segue no Cidadania, sim!, migre para o PSDB. Ou seja: Danielle, por óbvio, sabe que o ninho tucano é muito mais estruturado do que seu atual partido, simples assim. Mas é aqui que entra o dilema: embora sem mandato, o ex-senador Eduardo Amorim está a frente do PSDB sergipano. E, ao incentivar a tomada de comando da agremiação, embora por razões aceitáveis, como a sobrevivência política em um partido mais estruturado, não estaria Danielle Garcia, tão recém adentrada na vida política, agindo da mesmíssima forma dos velhos caciques que esse pessoal da chamada “nova política” tanto critica? Sem querer forçar a barra no trocadilho, mas, agindo dessa forma, Danielle faz “gracinha” ao se posicionar como algo “novo debaixo do sol” nessa política nossa de cada dia, né isso?

1 Comentário

  • César Alves

    16 de junho de 2021 - 23:14

    Alguns politicos querem Chegar ao poder, mesmo perdendo o caráter.

Deixe um Comentário