ALÉM DO DECLARADO – “Essa é uma excelente notícia porque a partir de agora, independente de quem esteja na Presidência, o Auxílio continuará sendo pago como uma política social permanente”, Pastor Heleno, pré a federal (FaxAju, 28/04/22)

A comemoração acima diz respeito a aprovação da Medida Provisória, portanto uma proposta claramente feita a partir do gabinete do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que garante o Auxílio Brasil, outra ação do mesmo Bolsonaro, no valor de R$ 400 também depois de 22. E não há problema algum em Pastor Heleno estar em Brasília acompanhando a votação e celebrando sua aprovação. O que fica difícil mesmo é ver que ele, o todo poderoso do Republicanos em Sergipe, partido tão aliado, mas tão aliado de Bolsonaro que o presidente confiou a filiação nele de dois de seus principais ex-ministros, Tarciso Freitas e Damares Alves, não fazer uma mísera menção, no caso da aprovação da MP do Auxílio Brasil, ao responsável por ela, justamente… Bolsonaro! Quem acompanha AndersonsBlog sabe o quanto a casa considera o presidente indefensável, especialmente pelo que ele fala, certo? Mas, nesse caso, se trata de uma política de governo, com amplo impacto social, e o que se vê é o líder em Sergipe de um partido amplamente bolsonarista nem sequer se dar ao trabalho de citar, nem que fosse de forma tangencial, o nome do responsável pela bendita MP do Auxílio Brasil – quem? Quem? Quem? Ora bolas, Jair Bolsonaro, pois, pois! Só falta agora o Pastor Heleno declarar voto em Lula (PT) pro sarapatel de coruja ficar completo. E depois reclamam quando o povo zomba da falta de coerência dos políticos! Sigamos!

1 Comentário

  • Maria Perpetua De Almeida

    28 de abril de 2022 - 13:21

    Boa tarde eu tou sem reseber des do meis 03 e mim falaro meis 04 eu iria reseber e ñ resebi eu gostaria de saber porque

Deixe um Comentário