Francisco Gualberto assume como presidente interino da Alese assume e define seus compromissos

Na manhã da sexta-feira, 4, o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Luciano Bispo, transmitiu o cargo para o seu vice, deputado Francisco Gualberto, que assumirá o posto de presidente interino por 30 dias. O afastamento de Luciano deu-se para que ele possa se submeter a uma cirurgia médica nos próximos dias no estado de São Paulo.

“Entrego a presidência a um grande amigo, grande homem, grande político. Homem sincero com as coisas e que nos honra muito, que é Francisco Gualberto. Todos nós gostamos dele, respeitamos o homem que é e a maneira que ele tem de ser. E acima de tudo a franqueza que ele tem conosco. Então fico feliz porque sei que a Assembleia está bem entregue, e eu vou cuidar de minha saúde para que volte em março com mais disposição”, disse Luciano Bispo.

Exercendo o seu quinto mandato na Casa parlamentar, Francisco Gualberto já foi líder da bancada de governo durante muitos anos e se caracteriza por sua atuação contundente em defesa dos trabalhadores. Para esse novo desafio, ele já traçou suas metas a serem colocadas em prática. “São três linhas de pensamento e compromisso: primeiro é entender a responsabilidade de representar a institucionalidade desta Casa, substituindo o presidente Luciano Bispo temporariamente, junto aos poderes constituídos e ao povo sergipano. O segundo aspecto é sobre a movimentação da Assembleia e o seu comportamento diante da população sergipana. Ele não pode sofrer descontinuidade e sei que isso não irá acontecer”, afirmou, citando as discussões rotineiras no plenário, ações, manifestações, projetos, tudo que é típico da atuação parlamentar.

Outro compromisso exposto por Francisco Gualberto é tratar com toda responsabilidade possível os projetos que chegarão à Casa enviados pelo Executivo, assim como também os projetos de iniciativa dos deputados. “Já foi anunciado que nos próximos dias chegarão projetos tratando da vida salarial dos servidores púbicos, e isso merece uma atenção especial”, adiantou o presidente interino.

“Nosso desejo é de que o presidente Luciano Bispo tenha uma recuperação excelente, e que se for possível nem seja necessário aguardar os 30 dias. Se o médico disser que com 15 ou 20 dias ele já possa retomar plenamente esta presidência, nós teremos o maior prazer do mundo e vamos comemorar. Trata-se de um ser humano que é um grande companheiro e amigo. Formamos uma amizade sem arrodeios e eu me sinto muito bem convivendo com Luciano Bispo”, concluiu Gualberto, agradecendo pela oportunidade de comandar a Casa temporariamente. “É a linha do tempo fazendo a história, ou a história trafegando na linha do tempo”, definiu.

Por assessoria

Deixe um Comentário