Série Renovação na Alese: Marcos Santana, prefeito de São Cristóvão

Quase chegando ao final desta sua primeira edição, a Série Renovação na Alese tratará das possibilidades e, quem sabe até, evidências de que o prefeito reeleito de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), poderá buscar uma cadeira na Alese no ano que vem. Comecemos pelos números dele em 2020. Dum total de 46732 votos válidos – aliás, São Cristóvão, dentre as cidades analisadas nessa primeira temporada da série, é a que tem maior eleitorado –, dos quais 53,62% foram para Marcos, o prefeito reeleito teve consideráveis 22248 votos nominais. Na atual conjuntura, suficientes para garantir uma vaga de deputado. Mas, por si, isso não seria suficiente para demonstrar cabalmente que Marcos Santana deixará, sim, a prefeitura e disputará nova eleição no ano que vem. O que pode indicar isso é o fato de São Cristóvão, tradicionalmente, sempre ter tido representantes no legislativo estadual, sendo os dois últimos Armando Batalha e Vanderlê Correia, mas que isso passou a fazer parte do passado após os seguidos desastres administrativos que o município passou recentemente. Como tem sido voz corrente – algo que se comprovou nas urnas – que a gestão de Marcos tem colocado São Cristóvão no lugar, não seria de se espantar que ele mesmo deseje recolocar a mais antiga cidade sergipana no mapa da política estadual via Alese. Outro ponto: seu atual vice, Paulo Junior, também MDB, foi escolha pessoal de Marcos, até para evitar trombadas indesejadas como as que ocorreram com seu vice anterior, Adilson Junior (PDT). Mas o que mais chama a atenção de AndersonsBlog para a possibilidade de Marcos vir a concorrer nas eleições 2022: ele foi o primeiro prefeito a declarar apoio abertamente a candidatura de Rogério Carvalho (PT) ao governo – sim, candidatura, pois nem o próprio se nomina de pré-candidato, né não? Aliás, a foto acima, fresquinha, é de sábado, 25, feita durante encontro de Rogério com lideranças do Baixo São Francisco ocorrida em Propriá. Ou seja: sinais mais claros de que Marcos Santana já está, de uma forma ou de outra, em ritmo de campanha estadual não poderiam haver. Simples assim!

Deixe um Comentário